Consórcio Inteligente

Consórcio – Parceria – Joint Venture

Se pararmos para prestar atenção nos desafios atuais percebemos que eles não são exatamente novos, apenas atuais.

Do mesmo modo as soluções possíveis também são antigas, apenas sendo necessária a adequação para a atualidade.

Existem antigas práticas de empreendedorismo usadas pelos sumérios, romanos, genoveses, portugueses, holandeses, ingleses, etc. Algumas práticas interessantes são pouco usadas e pouco ensinadas. Uma pena.

Hoje eu vou falar do conceito de consócio.

Trata-se de uma forma de relacionamento entre duas ou mais pessoas jurídicas onde cada uma usa suas vantagens e diferenciais buscando melhor eficiência e eficácia para atingir determinado objetivo e obter determinado resultado que seria inviável ou impossível de forma individual.

Estas vantagens e diferenciais podem ser financeiras, fiscais, logística, tecnológica, de gestão, de talentos, de bens, etc.

Tal relacionamento busca e permite sinergia e ganha-ganha de todos, mas a dificuldade está, como sempre, nas pessoas.

Falta conhecimento, planejamento e pensamento estratégico conjunto, em grupo, em equipe.

Falta pensar nisso, acreditar que é possível e agir. Falta pensar grande.

Quando se desenvolve este tipo de relacionamento novas oportunidades vão surgindo.

É importante evitar a armadilha de se reunir um grupo, perder o foco estratégico e ao invés de criar o futuro se lançar em lamentações e reclamações, bem como enxergar e combater como inimigo quem pode ser parceiro.

Como uma última provocação eu pergunto:

Podemos usar estas ideias no relacionamento entre pessoas físicas?

Anúncios