Culpa Inconsciente

Imaginem a seguinte situação:

Sua empresa está faturando alto, os resultados nunca estiveram tão relevantes e pelo quinto mês consecutivo, fechou no azul e seu lucro líquido foi o maior nos últimos 3 anos, mesmo após inúmeros problemas com funcionários e orçamentos.

Sua esposa e seus filhos vêm lhe cobrando uma pausa, pois do mesmo jeito que seu lucro aumentou neste tempo, você nunca parou. E agora com esta boa fase financeira, aquela viagem tão prometida para o exterior não terá desculpas.

Chega então o final de semana prolongado. Seu diretor diz que tudo está sob controle e pede para você relaxar e tirar alguns dias. Você não fica confortável com a ideia em deixar sua empresa nas mãos dos seus funcionários, tem a consciência de que ficaria ansioso caso não receber todos os relatórios diários da produção.

Pergunto: Vocês saberiam me dizer qual é a problemática desta história?

Vamos voltar um pouco no tempo. Não lhe conheço, mas nem sempre você foi empresário, certo?

Trabalhou para alguém, fez outras pessoas ganharem dinheiro com o seu conhecimento, tinha inúmeras ideias para fazer algo novo e no final, abriu seu próprio negócio. Iria realizar as estratégias de acordo com sua visão do mercado, sem prestar contas para outras pessoas, apenas para seus clientes. Você lembra o brilho nos seus olhos?

Mais outras perguntas: Você realizou o seu sonho? O personagem ai de cima, realizou o sonho dele? O cotidiano é assim mesmo?

Não! Vamos ser sinceros, nada melhor do que ter seu próprio negócio, delegar tarefas e poder criar sua própria agenda, certo? Tenho certeza que esse era um dos seus pensamentos iniciais no momento de decidir empreender. Mas e agora? Você não tem direito a viajar, não pode tirar férias, sente-se culpado quando deixa seus funcionários responsáveis pela empresa, ou seja, quem é dono do próprio negócio?

Desculpa, mas você não é! Você é escravo do seu negócio e ele está acabando com você aos poucos.

Existem alguns passos básicos que um empreendedor deve dar e seguir a ordem e são de extrema importância. Vou compartilhar os seis passos para construir um negócio de sucesso, segundo a ActionCoach:

Domínio: Essa inicial tem por objetivo certificar se você possui domínio absoluto do seu negócio.

Nicho: Conhecer quem é o seu público-alvo e, principalmente, o mercado onde irá atuar. É importante munir-se de estratégia de marketing.

Alavancagem: o próximo passo é atingir a máxima eficiência através da delegação e da sistematização das rotinas e a humanização das exceções.

Equipe: Para que sua empresa, que agora já é lucrativa, funcione sem você, é necessário ter uma equipe de alto desempenho.

Sinergia: Chegou o momento de afinar todos os instrumentos e criar uma grande sinfonia. Preparação de um Diretor/Gerente Geral, para que sua empresa funcione sem o dono.

Resultados: Nessa fase, você já pode escolher como vai investir seu tempo e dinheiro: crescimento (filiais, franquias), novos negócios, mais tempo livre etc.

E ai?Achou fácil seguir esses passos? Tem alguma outra maneira de atingir o sucesso? Compartilhe conosco!

Para saber mais sobre esse assunto, clique aqui e conheça meu seminário.

Anúncios