Você é do bem ou você é do mal?

Uma das primeiras escolhas que uma pessoa tem que fazer na vida, senão a primeira, é se ela é do bem ou se é do mal.

Esta é uma escolha fundamental, pois é a base para o que a pessoa se tornará no futuro e o que atrairá para si.

Responda para você esta pergunta:

Você é do bem ou você é do mal?

Sobre o mal eu não vou falar.

Sendo do bem a pessoa imediatamente se depara com a obrigação de responder e prestar contas pelas próprias ações e isto tem um nome e chama-se; Responsabilidade.

Não há escapatória, querer ser do bem e não querer responder pelas próprias ações e suas consequências é incompatível. Muitas vezes somos responsáveis por outras pessoas como os pais de uma criança, um cidadão, um empresário, um governante, etc.

É preciso ter isso em mente de forma clara como referência, pois eventualmente erramos e desviamos, mas temos que voltar a esse referencial. Não somos perfeitos, mas temos que melhorar sempre.

Do ponto de vista macro, no presente, este desafio se apresenta de forma muito contundente, não podemos mais continuar fazendo as coisas da mesma forma que temos feito até hoje, pois o planeta não suporta isso.

Temos que ser responsáveis economicamente, socialmente e ambientalmente. As empresas têm que crescer e dar lucro. As populações têm que ter liberdade, benefícios, justiça e poder de escolha. O ambiente tem que ser preservado, entendido e gerenciado.

Um assunto muito atual é a Sustentabilidade que é simplesmente utilizar os recursos para satisfazer nossas necessidades atuais sem comprometer o direito das futuras gerações de satisfazerem suas necessidades no futuro.

O detalhe é o seguinte, com uma expectativa de vida de 80 anos, se nada for feito, o resultado esta equação será: Estas pessoas do futuro já nasceram, olhe em sua volta, seus filhos, sobrinhos e netos quando tiverem sua idade viverão num mundo poluído, com recursos escassos e caros (inclusive água), mais guerras e provavelmente você estará vivo para ver isso sabendo que não fez nada para mudar este destino. Bonito não?

Sustentabilidade passa pela responsabilidade, responsabilidade social e ambiental, passa também por mudar o que somos e como agimos. Sem isso nada se sustenta ao longo do tempo.

Voltemos a Aristóteles, somos influenciados emocionalmente, sem dúvidas. Somos influenciados também por certa “lógica” atual. Precisamos passar a sermos influenciados também pela ética.

Eu, como coach, me nego a conduzir alguém para o abismo, vamos fazer diferente, vamos fazer a diferença.

Vou escrever mais sobre este tema nas próximas semanas.

——–

 Gostou do tema? Leia também:

Acorda Cidadão: Quando eu falo sobre sociedade organizada e pessoas que são contra isso noto um silencio, muitos ficam confusos. Qualquer grupo de pessoas pode se reunir e discutir assuntos de interesse de sua comunidade.

Sustentabilidade: Você conhece a regra do jogo?:  Quem iniciaria um programa de sustentabilidade e investiria dinheiro sem saber as regras do jogo e sem saber como funciona o placar? Pode acreditar, estão fazendo isso.

O Passo da Responsabilidade: Frequentemente encontro nos meios de comunicação informações sobre Responsabilidade Sócio Ambiental que desinformam o leitor ou perdem a oportunidade de informar melhor sobre o assunto em questão.

Anúncios