Você é o que Pensa

reprogramação pensarCerta ocasião passei por uma fase de negociação com um candidato a cliente que era um empresário respeitado e seguro. Ele colocou uma série de objeções inteligentes que me deram oportunidade de mostrar como eu resolveria suas necessidades e fechamos um acordo.

Além de tudo ofereci a garantia de que se ele aplicasse as estratégias e não obtivesse um retorno que me pagasse com sobra eu devolveria o dinheiro. Isto o deixou muito satisfeito.

Chegou o dia da primeira sessão de coaching e ele, de saída, simplesmente me disse o seguinte:

– Helder, na verdade estou cansado, meu faturamento até cresceu, mas meu lucro diminuiu, não encontro mão-de-obra adequada, os produtos importados invadem o mercado, o dólar está muito baixo…

Eu ouvi atentamente e fiz uma pergunta poderosa que é uma das mais clássicas na atividade de coach:

– E você? Qual é sua parcela de culpa em tudo isso?

Esta pergunta serve para todas as pessoas, não só para empresários, e não é fácil de ser respondida e ser trabalhada, exatamente porque a tal parcela de culpa é algo como 80%… Isso mesmo… E a pessoa nega.

A resposta tem vários tópicos e hoje vou abordar apenas um deles:

“Você é o que pensa, ninguém é o que não pensa.”

Mais do que isso, você está programado para ter o que tem. Se cair do céu, no seu colo, algo mais que isso você irá perder, isso se conseguir enxergar que algo novo caiu no seu colo.

Não se ofenda, não estou rogando praga nenhuma. Você já reparou como as coisas se estabilizam na vida e por anos se mantêm o mesmo salário, mesmos problemas, mesmos resultados e depois piora? Olhe em sua volta.

Programação.

Sua programação gera seus pensamentos, que geram suas emoções, que levam às suas ações e estas a seus resultados.

Não adianta pôr a culpa nos outros, não adianta tentar alterar os resultados, tem que mexer na causa que é a programação.

Dedique um tempo descobrindo sua programação em relação a dinheiro, lazer, uso do tempo, sua profissão, sua relação com a família e com cada familiar. Quais são suas crenças? Quais são suas supostas verdades, às quais você se agarra e defende, que lhe foram implantadas e você nem sabe como?

Descubra-se.

Quando você quiser falaremos sobre reprogramação, só me pedir 😉

Anúncios