Função Social e Econômico das Ações Culturais

Cultura, Incentivo Fiscal, Coach Campinas, Coaching LimeiraA cultura é um tema bastante abrangente.

Podemos definir cultura como: “O complexo que inclui o conhecimento, as crenças, ideias, manifestação artística e linguística, a moral, a lei, os costumes, comportamentos e todos os outros hábitos e aptidões não naturais adquiridos pelo homem como membro da sociedade.”

Existe no Brasil uma legislação muito interessante para fomentar ações de assistência social (assistir no cumprimento do que diz o artigo 6º da constituição). O primeiro exemplo é a renúncia fiscal, em que empresas que doem para entidades sem fins econômicos têm uma redução na base de cálculo de seu imposto a pagar. O segundo exemplo é o incentivo fiscal, onde doadores têm redução do valor do imposto a pagar. As ações culturais e esportivas são as únicas que podem ter acesso às duas modalidades mencionadas acima.

Isto pode parecer um privilégio injusto, mas não é. Em primeiro lugar perceba que parte dos impostos que iriam para o governo federal ou estadual permanecem na comunidade local. Estudar micro economia não é muito glamoroso, mas é interessantíssimo do ponto de vista prático. A capacidade de um município crescer economicamente depende muito da sua capacidade de reter dinheiro circulando dentro do próprio município.

As ações culturais, quando bem feitas são na verdade importantes ferramentas de desenvolvimento econômico e social.

Tudo começa com um projeto que envolve um profissional da área cultural em questão, um gestor, economista e também um membro da comunidade para ajudar na interação com a comunidade.

Ao por em prática a ação ocorre a participação de um conjunto de profissionais desde a administração, produção e apoio, até vendas e marketing. Pode e deve envolver aprendizes, estagiários e programa de primeiro emprego. Também auditoria e fiscalização.

Além da formação de mão de obra, existe também a educação teórica e prática do empreendedorismo, não só por envolver iniciativa, criatividade, planejamento e gestão, mas inclusive porque é necessária a prestação de contas e a parte contábil tem que ser bem desenvolvida.

O público alvo tem os benefícios do aprendizado e lazer o que pode envolver toda a cadeia produtiva da educação e turismo.

Obtém-se então uma melhora sócio econômica local, melhor qualidade de vida na comunidade, inclusão e desenvolvimento social. Os jovens e também os adultos experimentam a sensação de fazer parte de algo bom, melhora da autoestima e os problemas sociais de comportamento inadequado diminuem.

Fantástico não?

Anúncios