O Quinto Degrau – A Escada do Aprendizado

A escada do aprendizado (leia o artigo “A Escada do Aprendizado)  possui quatro degraus que nos levam, desde o não saber nada, até se tornar tão habilidoso e seguro que passamos a fazer algo aprendido de forma automática. Ao subir estes degraus passamos o estresse do aprendizado e temos sucesso graças a dois elementos, um é ter um objetivo compensador e o outro é um professor que o acompanhe e oriente pelo caminho.

Percorremos estes quatro degraus todas as vezes que aprendemos algo. Note que aprendemos a dirigir um carro, ao querer dirigir um caminhão temos que percorrer os quatro degraus novamente.

Diariamente vejo pessoas queixando-se das ações dos outros, reclamando de colaboradores, fornecedores, colegas, etc. Muitas vezes insinuando que falta conhecimento e aprendizado. Mas será que quem reclama não tem o mesmo defeito?

Pessoas param de aprender quando acham que sabem tudo, quando não têm objetivos ou não tem orientação.

O quinto degrau é o próximo nível, não existe para quem está parado na zona de conforto como uma pedra, é necessário objetivo, vontade e orientação.

O quinto degrau é quando você se dispõe a ensinar, aí está o verdadeiro desafio.

Quando alguém se dispõe a ensinar tem que realmente aprender, lapidar o conhecimento, se autocriticar, que olhar de várias perspectivas.

Deve ouvir o outro, precisa entender a necessidade do outro.

Tem que buscar comunicação, pois comunicar-se não é “falar um monte”. Comunicar é resultado. Comunicar é garantir que o outro entendeu a mensagem que se quer passar. A responsabilidade da comunicação é do comunicador e não do receptor da comunicação.

Neste nível obtemos melhores resultados, pois entendemos os outros, multiplicamos o tempo, pois podemos delegar, crescemos, pois o alicerce é mais forte. Lideramos, pois enxergamos de outra perspectiva.

Assim, aprende-se muito mais e aprende-se sempre.

Anúncios