Tabuada da Vida

Todos nós passamos pelo primário e sabemos como foi aprender a tabuada nas aulas de matemática, quem tem ou já teve filho na escola, possui uma vivência diferente do mesmo desafio.

A matemática não é a matéria favorita de todos, mas não podemos negar sua importância. Saber as operações básicas e decorar os resultados delas é um grande diferencial.

Diariamente torna-se indispensável conhecer o cálculo dos juros. Digo isso, pois considero o ato de poupar um hábito que todos deveriam ter. Assim, é possível acompanhar o crescimento de nosso dinheiro e a matemática financeira pode nos ajudar. Porém pouco se fala e pouco se cobra nas escolas, talvez por se tratar de um cálculo exponencial.Atualmente vivemos a ilusão de que o crédito é importante para termos qualidade de vida, mas isso é completamente falso, pois na verdade perdemos dinheiro e empobrecemos mais rápido do que se imagina.

Para ser honesto eu apenas falando não adiantará muito, é preciso enxergar e vivenciar de fato. Vamos lá?

A fórmula para o cálculo de juros compostos é a seguinte:

M = P . (1 +  i)n

M = Montante final;

P = valor Principal inicial;

i = Taxa de juros;

n= Número de períodos (dias, meses ou anos).

A partir desta fórmula podemos fazer a tabuada para converter os juros mensais em anuais, ou seja, quanto resulta de aumento no final do ano. Esta tabela todos deveriam saber:

Juros ao mês   —     Juros anual

1%                         13%

2%                         27%

3%                         43%

4%                         60%

5%                         80%

6%                         100%

7%                         125%

8%                         150%

9%                         180%

10%                       215%

Também lhe presenteio com a REGRA do 72. Ela diz que dividindo 72 pela taxa de juros do período, teremos a estimativa de em quantos períodos o valor irá dobrar. Na verdade o valor mais certo é 69, no entanto é um número difícil de trabalhar de cabeça, 72 é múltiplo de 12, o que facilita a conta. Assim, se temos uma taxa de juros de 6%, ao dividirmos 72 por 6, temos 12. Então para dobrarmos o capital com juros a 6% ao mês, demorará 12 meses.

Por curiosidade tem também a regra do 114 para triplicar o valor e a regra do 144 para quadruplicar, mas não são tão fáceis de usar.

Divirtam-se.

Anúncios